Foi dada a largada

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Não é à toa que, entre as personalidades brasileiras, além de Lula, a ministra Dilma Rousseff ganha cada vez mais espaço entre as máscaras mais vendidas aqui. Se o PSDB quiser garantir uma máscara do seu candidato para o próximo carnaval, vai ter que descruzar os braços e resolver logo quem disputará a presidência pela legenda.
O ex-prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, já falou que “para o presidente Lula, a candidatura de Dilma são favas contadas”. Lula não possui plano B, mas desde já trabalha com o único que tem. A oposição já vinha se irritando com essa festa que estão fazendo com Dilma Rousseff, mas a gota d’água aconteceu durante a semana passada, no encontro nacional de prefeitos, em que havia um estande fazendo o papel ridículo de vender fotomontagens de Lula e Dilma por R$30. O próprio presidente do PT, Ricardo Berzoini, já afirmou que Dilma Rousseff é “a mulher que vai liderar a luta do projeto petista em 2010”. Não há mais o que ser decidido. Com um PT unido e confiante, o Lula está sim, se aproveitando do fato de Dilma ser a gestora do PAC para promover sua imagem. Legalmente (e teoricamente) não há nada de errado. O que tem de errado em permitir que o gestor de um programa do governo visite e fiscalize o andamento das obras?
Não há dúvidas de que o governo está trabalhando e agindo. Acontece que, em um momento de crise, em que as pessoas estão perdendo o emprego, surge a figura de Dilma, constantemente ligada a alcunha de “mãe do PAC”. Uma figura materna e, por isso, de peso, tendo por Lula suas virtudes exaltadas.
Poucas oportunidades de a ministra marcar presença são perdidas, assim ela aparece e torna-se cada vez mais conhecida. Caso contrário, ela não teria conseguido aumentar 10 pontos percentuais de aprovação em apenas um ano, sem campanha eleitoral, propriamente dita. A ministra esta sendo constantemente elogiada. Na internet já surgiu o site “Os amigos da presidente Dilma”, com o slogan “Sou a favor do terceiro mandato de Lula, por isso voto em Dilma”. Ela conta com o apoio do atual presidente, que tem 84% de aprovação no seu governo. Foi dada a largada e o PSDB ainda está escolhendo o piloto.
Lula está sendo constantemente acusado de propaganda eleitoral antecipada, procedimento este proibido pela legislação eleitoral. Independente disso, fato é que há uma campanha visível da parte do presidente Lula e favorável a pessoa de Dilma Rousseff. Em vez de ficarem chorando pelo leite derramado, o PSDB deveria agilizar as discussões internas e decidir o seu candidato de uma vez. Enquanto reclamam e não aparecem para o público, Dilma continua sorrindo, sendo ovacionada por todos os cantos onde o PAC existe e “abençoada” pelo presidente Lula.
Mesmo sob a indecisão do partido, Aécio e Serra já estão tirando as cartas de suas respectivas mangas e, ao que parece, Serra é o que tem o melhor jogo para ser o escolhido e disputar com Dilma e com os outros possíveis candidatos. E apesar de Aécio afirmar que aproximaria o partido do PMDB, Serra anunciou há três dias um pacote de medidas (criticado inclusive pelos petistas)para estimular a economia paulista, semelhante ao que Lula está desenvolvendo no âmbito federal com o PAC.
De nada adianta essa disputa interna. Fernando Henrique Cardoso, líder experiente do PSDB, já cansou de alertar sobre o tamanho da encrenca. O partido precisa, e com urgência, decidir o candidato representante para começar a competir no mesmo nível com o PT. Se o que Lula está fazendo é irregular ou não, lamentavelmente agora não importa mais, pois ele está fazendo e já disse que não pretende parar. A corrida pela presidência já começou. Nesse caso, a máxima de que “se você não pode com seus inimigos, junte-se a eles” faz-se necessária. Caso contrário, a popularidade de Dilma continuará crescendo nas pesquisas de opinião e o candidato escolhido do PSDB começará uma luta em desvantagem, com grandes chances de ser derrotado.

1 comentários:

Tha | 16 de fevereiro de 2009 09:37

São coisas assim que fizeram parar de assistir jornal... As pessoas perdem o foco, se esquecem do que realmente importa e se preocupam com sua promoção pessoal... Triste... E o sr. Lula, que feio, hem?

Postar um comentário